sexta-feira, 19 de abril de 2013

Jajá: “Não votaram contra o meu requerimento, mas contra o prefeito Zé Queiroz”


20130419-013227.jpg
 
Munido de um documento, o vereador Jajá (PPS), deixou a bancada da situação de calças curtas na sessão desta terça. O pós-comunista, recebeu das mãos dos representantes do movimento LGBT, um documento assinado pelo prefeito Zé Queiroz (PDT), antes da campanha de 2012. Na carta, o Chefe do Executivo se compromete em criar uma data exclusiva para o público LGBT no São João de Caruaru e faz menção com vários motivos para que a ação seja justificada.
Na tribuna, o vereador levou o documento e desabafou. “Agradeço aos que votaram sim e também aos que votaram não. Mas tenho um lembrete a fazer: o não que vocês deram não foi a mim com o meu requerimento, mas ao prefeito Zé Queiroz, que se comprometeu antes da campanha em criar essa data. O prefeito é um homem de palavra e acredito no que ele se comprometeu. Tenho uma reunião com ele amanha (hoje) e vou mostrar esse documento a ele e falar do voto de vocês”, disse.
O edil ainda disse que ficou surpreso com a votação e vai mudar uma ideia que tinha ao assumir o mandato. “Nunca fui de defender a bandeia LGBT, mas diante de todo esse preconceito que existe, vou a partir de agora lugar pelos direitos dos homossexuais, essa vai ser uma das minhas prioridades”, disse. A “carta-compromisso” foi cedida ao parlamentar pelo diretor da Associação
dos Defensores de Direitos Humanos e dos Homossexuais do Agreste e de
Caruaru (ADDHAC),
 
- Do Mário Flávio - Por Paulo Roberto